3 de maio de 2010

Pensamentos



Encontrei a palavra
não a palavra pura
com a qual o poeta sonha
expressar seu sentimento
Encontrei a palavra mergulhada
no suor do pensamento
a palavra que sangra, calejada
Não encontrei a palavra certa ou esperada
mas aquela cujo nascedouro é labor
A palavra que carrega o odor
daquilo que foi labutado
do que entre lágrimas foi gerado

4 comentários:

Vita Stunder disse...

I'm stunned...

ximo disse...

muy bueno el tratamiento de la foto, te hace meditar

Serge Cornillet disse...

Me gusta tu blog Sandra!
Serge

manuel nieto disse...

una imagen poderosa, me encanta, un abrazo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...