27 de fevereiro de 2010

Porto sentido



Quem vem e atravessa o rio
Junto à serra do Pilar
vê um velho casario
que se estende ate ao mar

Quem te vê ao vir da ponte
és cascata, são-Joanina
erigida sobre um monte
no meio da neblina.

Por ruelas e calçadas
da Ribeira até à Foz
por pedras sujas e gastas
e lampiões tristes e sós.

E esse teu ar grave e sério
dum rosto e cantaria
que nos oculta o mistério
dessa luz bela e sombria







5 comentários:

veredit disse...

Um mar de luz e cor, lindo!!!

Um beijo

Isabella

manuel nieto disse...

me encanta la fotografia nocturna aunque ultimamente con la llivia no salgo nada, gran iluminacion muy bellas fotografia en especial la ultima, un abrazo

marta o disse...

Começo por escrever neste "post", como poderia ter escrito noutro qq... apenas para dizer, q n conhecia o teu blog,nem das fotos fantásticas q andas a tirar. São de facto mt, mt boas, parabéns!!
Ainda não vi tudo, mas tenho intenções de o fazer!

(até a música, já n ouvia algum tempo...Foi uma boa viagem até aqui ;))

Beijos e continuação do excelente trabalho, se se pode dizer "trabalho", visto ser tb um prazer fazê-lo :)

eduBeato disse...

Preciosas nocturnas, tienen unos colores muy bonitos, y una exposición perfecta.

Un saludo!

Diego Díaz disse...

Hermosos naranjas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...